12/02/2008

POUCOS PENSAMENTOS AO FIM DE QUASE 3 ANOS

A jovem Pintura nasce todos os dias quer se queira quer não.
É pena, mas mesmo muita pena, que não a queiram sentir.
A jovem Arte nasce todos os dias... e é também pena que não a queiram usufruir.
Ontem foi um dia triste: perspectivou-se que o Conservatório Nacional não tem futuro.
Ontem foi um dia alegre para aqueles que defendem a Morte da Arte e que dão vivas às Indústrias da Cultura.
Qual Cultura? O que é a cultura? Onde está a Cultura? Quem falou de Cultura?
Para quê a Cultura (?) se tudo se pode tão bem resolver nos Mercados das Artes, das artimanhas e dos Top Ten. E em primeiro lugar vem sempre o Fulano, em segundo o Sicrano, em terceiro o Beltrano, e por último mais sete anónimos para compor a Natureza Morta! Para quê mais?
...
Mas a jovem Arte, a jovem música e a jovem Pintura .... continuarão.
http://www.em-conservatorio-nacional.rcts.pt/
Quando falamos de JOVEM não falamos de idades... mas sim de tempo; não falamos de pesssoas mas sim de COISAS.

No comments: